Topo

Carioca - 2019


Sob calor de 41°, Vasco vence Portuguesa e vai às semis da Taça Guanabara

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/01/2019 18h57

Considerado o lugar mais quente do Rio de Janeiro, Bangu recebeu a partida entre Vasco e Portuguesa sob um calor de 41° graus na tarde desta quarta-feira (30). Porém, mesmo diante das adversidades, o Cruzmaltino se impôs, venceu por 1 a 0 com gol de Yago Pikachu, manteve os 100% de aproveitamento na Taça Guanabara e garantiu a classificação para as semifinais da competição com uma rodada de antecedência.

Neste sábado (2), o Vasco terá pela frente o clássico com o Fluminense no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), e o duelo poderá definir o primeiro lugar do Grupo B. Vale lembrar, no entanto, que o Tricolor encara o Madureira às 21h30 desta quarta (33) e um tropeço do rival já garantirá a liderança ao time de São Januário.

Forte calor prejudica futebol

Rafael Ribeiro / Flickr do Vasco
Imagem: Rafael Ribeiro / Flickr do Vasco

O forte calor em Bangu prejudicou a apresentação de um bom futebol na tarde desta quarta-feira. O Vasco, nitidamente, dosou o fôlego para aguentar os 90 minutos. Principalmente no primeiro tempo, quando o sol estava mais forte. As equipes acabaram arriscando mais de fora da área.

Pênalti polêmico e gol de Yago Pikachu

O Vasco chegou ao seu primeiro gol após um pênalti aos 12 minutos do primeiro tempo que gerou muita reclamação por parte da Portuguesa. Ribamar dividiu com Adriano e a bola bateu na mão do jogador da Lusa. Em lance muito difícil, a arbitragem assinalou a infração e os atletas do time da Ilha da Governador alegaram que o acontecimento foi fora da área. Na cobrança, Yago Pikachu cobrou com categoria, deslocando o goleiro e fazendo o seu primeiro da temporada e o de número 90 da carreira.

Portuguesa chega com perigo

Aos 30, Ricardo Graça tirou um cruzamento de cabeça e a bola sobrou para Romarinho. O camisa 10 da Portuguesa limpou bonito e bateu colocado de canhota, levando perigo ao gol de Fernando Miguel.

Mais um chute perigoso da Lusa

Aos 37, Diguinho experimentou do meio da rua, a bola desviou durante a trajetória e levou muito perigo a Fernando Miguel, que precisou se esticar todo para defender no canto direito.

Quase de peixinho!

Logo aos 6 minutos do segundo tempo, Pikachu fez boa jogada pela direita, cruzou e Ribamar, de peixinho, por muito pouco não alcançou para ampliar.

O que é isso, Moresche?!

Aos 8, Ribamar fez belo papel de pivô e rolou para Moresche. O jovem se preparou, fez pose, mas na hora do chute, pegou na canela e simplesmente isolou! O que é isso, garoto?!

Pikachu inspirado

Aos 13, Ribamar fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Pikachu. O vascaíno pegou bem na bola, mas o goleiro Ruan fez grande defesa.

Bruno César tem boa estreia

O técnico Alberto Valentim promoveu a estreia do experiente Bruno César aos 10 minutos do segundo tempo. O meia, embora não tivesse uma participação tão efetiva, foi bem, cadenciando o jogo e aparecendo bem na frente, inclusive arriscando chutes, que é seu principal trunfo.

O melhor - Yago Pikachu

Além do gol, o artilheiro do Vasco na temporada passada foi muito participativo, criando jogadas e conduzindo o time misto cruzmaltino.

O pior - Adriano

O lateral direito acabou prejudicando a Portuguesa ao colocar a mão na bola em pênalti que originou o gol de Pikachu. Além disso, cedeu muitos espaços em seu setor.

Valentim escala time quase reserva

O técnico Alberto Valentim preferiu poupar a maioria dos titulares para o jogo desta quarta-feira em virtude do forte calor e da situação mais confortável na tabela. Justamente por conta da temperatura, priorizou atletas mais leves e jovens e, apesar de seu time não apresentar um futebol brilhante, não sofreu grandes sustos.

João Carlos não se intimida

O técnico João Carlos Ângelo colocou um time com uma postura muito corajosa em campo, não se preocupando somente em se defender. O maior destaque da Portuguesa foram os chutes de fora da área.

Vasco brinca com o forte calor

O Twitter oficial do Vasco brincou com o forte calor que fazia na tarde desta quarta-feira em Bangu (RJ). Confira:

Drenagem gera poça

A drenagem do gramado de Moça Bonita gerou uma poça na região central e foi preciso que funcionários do Bangu intervissem fazendo um buraco para que ela escorresse. 

Juninho homenageado

Antes de a bola rolar, as redes sociais do Vasco fizeram uma menção aos 44 anos completados pelo ídolo Juninho Pernambucano nesta quarta-feira. Confira:

PORTUGUESA 0 X 1 VASCO
Local:
Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Pathrice Maia
Auxiliares: Luiz Cláudio Regazone e Diogo Carvalho Silva
Cartões amarelos: André Santos (POR); Luiz Gustavo, Henrique, Bruno César (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Yago Pikachu, aos 14 minutos do primeiro tempo (VAS)

Portuguesa
Ruan; Adriano, André Santos, Marcão e Zeca; Cássio (PK), Diguinho, Henrique, Maicon Assis; Romarinho e Nilson (Fabinho)
Técnico: João Carlos Ângelo

Vasco
Fernando Miguel, Cláudio Winck (Rafael França), Luiz Gustavo, Ricardo Graça e Henrique; Willian Maranhão, Raul, Yago Pikachu (Rildo), Dudu (Bruno César) e Moresche; Ribamar
Técnico: Alberto Valentim

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor