Topo

Futebol


Após ser esquecido em 2014, Rodriguinho virou sonho de Mano no Cruzeiro

Meia jogou pouco com Mano no Corinthians, mas foi pedido do técnico no Cruzeiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Meia jogou pouco com Mano no Corinthians, mas foi pedido do técnico no Cruzeiro Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

30/01/2019 04h00

Apresentado na última terça-feira na Toca da Raposa, o meia Rodriguinho chega ao Cruzeiro para se reencontrar com Mano Menezes. Contratado a pedido do treinador, os dois já trabalharam juntos nos tempos de Corinthians. Naquele primeiro momento, o meia não recebeu tantas oportunidades e, esquecido, chegou a ser emprestado pela diretoria no início de 2014. Depois daquela saída, Rodriguinho deu sua volta por cima, retornou ao Corinthians para ser protagonista e entrou de vez no radar do treinador, chegando a ser considerado por Mano como o melhor atleta em atuação no país.

Projetado nacionalmente pelo América-MG, Rodriguinho chamou a atenção do Corinthians em 2013, trocando de clube em outubro. Dois meses mais tarde, Mano Menezes assumiu a equipe, mas não utilizou o meia com frequência no ano seguinte. Em abril, Rodriguinho acabou deixando o Corinthians e se transferiu por empréstimo para o Grêmio, encerrando ali sua primeira experiência com o técnico. Quando o jogador retornou ao clube paulista, Mano já estava no comando do Cruzeiro.

Bicampeão brasileiro com o Corinthians em 2015 e 2017, Rodriguinho frequentou mais a reserva do que entrou como titular no ano do seu primeiro título. Duas temporadas mais tarde, foi protagonista da equipe que levantaria a taça mais uma vez. Foi naquela ocasião que Mano Menezes, já no Cruzeiro, se rendeu ao atleta, elegendo-o como o melhor do país.

"Acho que o melhor jogador que está jogando no futebol brasileiro hoje é o Rodriguinho, do Corinthians. É o que está jogando mais futebol", comentou o treinador, em entrevista ao canal ESPN, ainda no mês de maio.

Cruzeiro/Divulgação
Imagem: Cruzeiro/Divulgação

A declaração de Mano já indicava que o técnico estava de olho no jogador, que viveu seu auge na temporada de 2017. No ano seguinte, o comandante indicou o atleta ao vice-presidente de futebol, Itair Machado. O primeiro contato com o Pyramids aconteceu em outubro, mas a equipe do Egito ainda não pretendia liberar o meia. Interessado no jogador, o Flamengo também tentou a contratação, mas escutou a pedida de US10 milhões (R$37,2 milhões).

Ciente que o jogador estava perdendo espaço no time, o Pyramids passou a aceitar a possibilidade de liberá-lo por um preço menor. Um novo contato com o Cruzeiro foi feito em dezembro do ano passado. O jogador também entrou no radar do rival Atlético-MG, do São Paulo e do Internacional. O Colorado chegou forte na negociação, mas um pedido de Rodriguinho para se transferir para o Cruzeiro abriu caminho para a diretoria celeste, que conseguiu abaixar a pedida de US$7 milhões (R$25,9 milhões) para US$4 milhões (R$14,8 milhões), a serem pagos em duas parcelas, a primeira imediatamente e a segunda no mês de novembro.

"Lá (no Egito) foi uma situação bem complicada. Eu apostei em um projeto com um treinador brasileiro (Alberto Valentim, ex-Botafogo), eu me adaptaria mais fácil com o estilo de jogar, com as ideias dele. E acabou dando tudo errado, o técnico foi mandado embora com um mês. O futebol não é aquele de alto nível que estamos acostumados. Decidi que não era satisfatório ficar lá, apesar do dinheiro que era alto. Abri mão disso para estar feliz, adorei a ideia de vir para o Cruzeiro, por ser um time que briga e conquista títulos. Quero estar sempre no topo, em um clube que tem essa ambição. Agradeço ao Mano, que fez o pedido, e à diretoria que fez o esforço para eu vir", comentou Rodriguinho, em entrevista na Toca da Raposa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol