Topo

Futebol


Imprensa espanhola cita "ressurreição" de Coutinho e generosidade de Messi

Brasileiro voltou a marcar e ajudou em classificação na Copa do Rei - Lluis Gene/AFP
Brasileiro voltou a marcar e ajudou em classificação na Copa do Rei Imagem: Lluis Gene/AFP

Do UOL, em São Paulo

30/01/2019 21h41

Nesta quarta-feira (30), Philippe Coutinho voltou a marcar pelo Barcelona depois de passar cinco jogos em branco. E não decepcionou: na goleada por 6 a 1 sobre o Sevilla pelas quartas de final da Copa do Rei 2018/2019, balançou as redes duas vezes e ajudou a colocar a equipe catalã nas semifinais. O desempenho, é claro, valeu elogios da imprensa espanhola.

"Coutinho voltou ao Camp Nou. No jogo de volta das quartas de final da Copa do Rei, o brasileiro voltou a mostrar o talento e as qualidades que levaram o Barcelona a contratá-lo - o mais caro da história do clube. Deixou para trás a má sorte e a apatia dos jogos anteriores", descreveu o jornal Marca. "Quando Valverde o substituiu, aos 36 minutos do segundo tempo, a torcida no Camp Nou o ovacionou".

Na avaliação nome a nome do jornal As, Coutinho "deu o passo à frente que o técnico Ernesto Valverde pedia". A publicação citou não apenas os dois gols, mas também a atuação sem a bola. E igualmente destacou: "Saiu de campo muito ovacionado pelas arquibancadas".

Na Catalunha, o Mundo Deportivo foi mais um a elogiar. "O brasileiro foi um dos protagonistas no final da Copa (do Rei de 2018), disputada em abril, e marcou de pênalti depois que Messi deu a ele a cobrança", lembrou, referindo-se ao 5 a 0 na decisão do torneio na última temporada. "Na final da Copa que se jogou no Wanda (Metropolitano, estádio do Atlético de Madri), Coutinho jogou um dos seus melhores jogos como azul-grená, anotando o quinto tento da noite ao converter um pênalti".

Em editorial, o jornal Sport também viu o jogo como a ressurreição do brasileiro, reforçando o empurrãozinho de Messi no lance do primeiro gol.

"A imensa generosidade do craque argentino propiciou nesta quarta-feira que o brasileiro, que vivia semanas parecendo um morto-vivo, voltasse a sorrir. Com um só gesto, Messi conseguiu o que nenhuma terapia havia conseguido: que Coutinho - cuja qualidade está fora de dúvida - voltasse a ser o Coutinho pelo qual o Barça pagou 150 milhões de euros", descreveu.

Rafael Reis comenta vitória do Barcelona e elogia brasileiros

UOL Esporte

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol