Topo

Futebol


Romero faz falta ao grupo atual do Corinthians? Blogueiros respondem

UOL Esporte

Do UOL, em Santos (SP)

30/01/2019 04h00

Em entrevista exclusiva ao UOL Esporte, o técnico Fábio Carille admitiu que a permanência de Romero no Corinthians está cada vez mais difícil. O atacante paraguaio ainda não renovou contrato e vem sendo desfalque neste início de temporada. Ele faz falta? O time sentirá sua ausência caso ele deixe mesmo o elenco? Convidamos alguns de nossos blogueiros para responder essas perguntas; veja, em vídeo (acima) e texto, o que disseram André Rocha, Juca Kfouri, Menon e PVC.

LEIA MAIS

ANDRÉ ROCHA

O Romero não é craque, mas é um jogador muito adaptado a essa identidade recente do Corinthians - Mano Menezes, Tite e agora Fábio Carille -, e eu não vejo muito sentido em todos esses problemas para que o paraguaio permaneça no clube. A tendência, hoje, é que ele deixe o clube. Na era Carille, podemos dizer assim, ele foi um jogador fundamental, muitas vezes fazendo um trabalho de uma linha de fundo a outra, permitindo que o Fagner ou o lateral do lado oposto fechasse um pouco mais, e depois ainda aparecia lá na frente, fazendo um cruzamento, aparecendo para finalizar, e também jogando centralizado. Era um dos melhores finalizadores do time do Corinthians. É difícil entender porque todo esse problema exatamente no momento em que o Carille está de volta ao Corinthians. Seria um jogador muito importante principalmente nesse início, com jogadores que ainda não estão totalmente adaptados a essa maneira de o Corinthians jogar. Então é um jogador importante, sim, e que vai fazer falta se, por ventura, deixar o clube.

JUCA KFOURI

O Romero está longe de ser um jogador de grandes predicados técnicos. A gente não imagina o Romero jogando num time como o Real Madrid, Barcelona, Bayern, Liverpool, Manchester City... E em última análise, o fato de o Romero ter sido titular do Corinthians durante tanto tempo revela o nível atual do futebol brasileiro, porque, a rigor, deveria ser impensável que alguém com as características dele fosse titular num clube da grandeza do Corinthians. É inegável a importância dele, é inegável que o torcedor do Corinthians gosta dele porque é aquele cara que rala, que compensa a sua falta de talento com a abnegação. Então, em determinados jogos, sem dúvida ele é importante. Mas, por exemplo, o jogo de sábado, contra o Palmeiras, que o Corinthians vai fazer um jogo, digamos, de contenção de risco dada à diferença técnica entre os dois times... Tê-lo para ajudar a marcar o Dudu é importante, mas tê-lo como titular, pagar muito por ele, dá medida de como o nosso futebol está carente. Eu não faria um sacrifício para manter o Romero por mais que ele seja um dos artilheiros da Arena Corinthians, por mais que ele tenha virado xodó do Corinthians. Romero é meio assim como o Ataliba, menos como Biro-Biro, que era um jogador abnegado, mas tecnicamente com suas qualidades... Enfim, eu não renovaria o contrato dele se ele está pedindo muito.

MENON

São dois fatos diferentes que podem nos levar a uma conclusão. Primeiro fato: o Corinthians contratou muita gente para o ataque: Ramiro, Boselli, Vagner Love, está recuperando o Gustagol, então está bem servido nessa parte do elenco. Romero. Nunca foi um jogador brilhante. O Real Madrid nunca vai querer contratar o Romero, não tem mercado exterior. Então, qual a conclusão simples? O Romero não vai fazer falta ao Corinthians, é isso? Não, não. Vai fazer, sim. O Romero é um jogador que tem uma identidade muito grande com a torcida, faz uma dupla perfeito com o Fagner no lado direito. Ele joga até de centroavante, algumas vezes quebrou o galho ali, é um jogador aguerrido, agressivo, e o Campeonato Brasileiro é muito longo. Precisa de elenco forte. Então o Romero faz falta para o Corinthians, sim.

PVC

Não é exatamente que o Romero faça falta. É que você vai construir um novo Corinthians. Por incrível que pareça, o Corinthians de 2017 e 2018 foi o Corinthians do Romero. Ah, o Corinthians foi o Corinthians de Luizinho, o Pequeno Polegar, foi o Corinthians de Sócrates, de Rivelino, mas, nos últimos dois anos, o Corinthians era o time que se marcou por acompanhar os laterais pelos lados, e o Romero era símbolo disso, especialmente no time campeão de 2017 que tinha ele pelo lado esquerdo, marcando lateral e chegando na frente, e se tornando o maior goleador de Itaquera. Como é que eu vou dizer que o maior goleador de Itaquera não vai fazer falta ao Corinthians? Vai. A não ser que nasça um outro Corinthians, de outro estilo, de outras referências. Vai nascer, mas, para começar, você parte sem a referência passada, então faz falta.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol