Topo

Futebol


Técnico do Nantes, sobre 1º jogo após desaparecimento de Sala: 'Vida segue'

Halihodzic, técnico do Nantes, em ação contra o Saint-Etienne - Sebastien Salom Gomis/AFP
Halihodzic, técnico do Nantes, em ação contra o Saint-Etienne Imagem: Sebastien Salom Gomis/AFP

Do UOL, em São Paulo

31/01/2019 17h04

O Nantes recebeu o Saint-Etienne nesta quarta-feira (30), pelo Campeonato Francês, e com o adversário empatou por 1 a 1. As atenções da partida estavam voltadas para o atacante argentino Emiliano Sala, ex-jogador do time da casa, desaparecido desde o dia 21.

Sala havia acertado sua transferência para o Cardiff City, clube galês que disputa a primeira divisão do Campeonato Inglês. O avião no qual viajava para se apresentar ao novo clube, porém, desapareceu enquanto cruzava o Canal da Mancha.

Após o jogo, o técnico do Nantes, Vahid Halilhodzic, admitiu que a partida foi "particular". Não pelo resultado, mas pelo ambiente no Stade de La Beaujoire, palco de diversas homenagens.

"Foi terrível, (mas) estou muito orgulhoso de meu time, que fez um grande jogo, Meus jogadores mostraram muita dignidade", disse, em declarações publicadas pelo jornal francês "L'Équipe". No jogo em questão, o Saint-Etienne saiu na frente com o gol de Remy Cabella aos 13 minutos do segundo tempo; no entanto, Abdul Majeed Waris empatou para os donos da casa aos 25.

Leia também:

Para Halilhodzic, bastante emocionado, o jogo foi importante para que o elenco pudesse tentar voltar a se concentrar.

"Nosso coração nunca esquecerá daquele garoto excepcional que foi Emiliano, mas a vida segue. Temos que trabalhar, e espero que os jogadores logo encontrem um sorriso", disse, indo além.

"A vida segue. Ao jogar, vencendo, a equipe encontrará mais sorrisos no trabalho, no dia a dia. Quero parabenizar os torcedores e a todos que assistiram a este jogo. E a meus jogadores pela dignidade", acrescentou.

Futebol