Topo

Mano Menezes muda ideia de jogo e aposta em "doble 5" para armar o Cruzeiro

Lucas Romero, volante do Cruzeiro, ganha mais espaço com Mano Menezes - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Lucas Romero, volante do Cruzeiro, ganha mais espaço com Mano Menezes Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

18/03/2019 04h00

Mano Menezes desenha o Cruzeiro de uma forma distinta da adotada nos últimos três anos. O técnico utiliza dois volantes com forte marcação no meio de campo para ampliar o poder defensivo e dar mais liberdade ao quarteto que deve ser formado por Robinho, Rodriguinho, Thiago Neves e Fred.

O treinador tem escalado uma dupla que jamais teve uma sequência junta: Lucas Romero e Henrique. Exímios marcadores, eles contam com a confiança de Mano Menezes para alterar a forma de jogar do Cruzeiro a partir de 2019.

"É importante que o torcedor entenda dessa maneira. Temos dois jogadores de características semelhantes em termos de função. É um doble 5, como os argentinos chamam. Eles têm a mesma responsabilidade de chegar à frente e também na marcação", explicou o técnico.

"O Romero preenche mais, porque tem marcação mais forte de volante. Em compensação, em determinados momentos, falte um pouco na hora da criação. São jogadores que têm que receber a bola numa condição diferente para que a construção da jogada seja boa. Temos uma leva de cinco volantes e quem for escolhido para jogar tem muita qualidade", acrescentou.

Hoje, o Cruzeiro conta com outros nomes além da dupla escolhida por Mano Menezes. Mas os demais não se encaixam na nova filosofia de jogo do técnico gaúcho. Lucas Silva, Ariel Cabral e Jadson também fazem parte do plantel.