Topo

Seleção Brasileira


Seleção faz treino incompleta e empresta jovens de Botafogo, Vasco e Porto

Miranda participou de treino com máscara especial para proteger nariz fraturado - Pedro Martins / MoWA Press
Miranda participou de treino com máscara especial para proteger nariz fraturado Imagem: Pedro Martins / MoWA Press

Danilo Lavieri

Do UOL, em Porto (Portugal)

18/03/2019 16h17

No primeiro treino em Portugal, a seleção brasileira fez um treino incompleto, como acontece em praticamente todas as datas Fifa. Ainda sem todos os jogadores à disposição, Tite comandou um trabalho em campo reduzido com parte dos seus convocados e viu outros apenas trabalharem fisicamente, na musculação.

Por conta disso, a seleção "emprestou" alguns jovens com idade das categorias de base: o zagueiro Glauber, do Botafogo, o meia Lucas Santos, do Vasco, e outros quatro do Porto. Eles estiveram em campo ao lado de nomes como Miranda, Philippe Coutinho e Alisson.

O zagueiro, aliás, usou uma máscara de proteção especial para o seu rosto por conta de uma fratura no nariz sofrida durante a disputa do Campeonato Italiano.

A maioria, no entanto, ficou na musculação e, no máximo, subiu ao gramado para brincar com a bola, de tênis, sem nem calçar a chuteira: Alex Telles, Alex Sandro, Allan, Arthur, David Neres, Fabinho, Roberto Firmino, Gabriel Jesus, Marquinhos, Paquetá, Richarlison e Thiago Silva.

Fagner, convocado hoje para o lugar de Daniel Alves, e Everton, do Grêmio, chegam na Europa apenas amanhã pela manhã. Eles devem participar dos trabalhos agendados para a parte da tarde, já no CT do Porto.

Há a possibilidade de Tite só contar com todos os convocados em 100% de suas condições físicas na quarta-feira. O primeiro compromisso será disputado no próximo sábado, no Estádio do Dragão, diante do Panamá. Depois, no dia 26, o time comandado por Tite encara a República Tcheca, em Praga.

Mais Seleção Brasileira