Topo

Seleção Brasileira


Telles admite que poderia ter defendido Itália e celebra chance com Tite

Pedro Martins/Mowa Press
Alex Telles foi convocado para o lugar de Filipe Luís, machucado Imagem: Pedro Martins/Mowa Press

Danilo Lavieri

Do UOL, em Porto (Portugal)

2019-03-18T16:57:02

18/03/2019 16h57

Convocado pela primeira vez aos 26 anos para a seleção brasileira, Alex Telles admitiu que poderia ter representado a Itália. Depois de deixar o Brasil em 2013, o atleta esperou por seis anos para defender seu país e, neste meio tempo, teve o nome especulado pela imprensa italiana como possível reforço naturalizado.

Vale destacar que o atleta do Porto só foi convocado por conta do desfalque de Filipe Luís, cortado por lesão. Seu concorrente na atual lista é Alex Sandro.

"Se eu disser que não esperava ser chamado na Itália, eu vou estar mentindo. Mas a seleção brasileira sempre foi meu sonho. É algo que eu batalhava e procurava há um tempo. E com certeza é meu principal objetivo de carreira.

"Minha primeira chamada foi agora, com 26 anos e posso crescer. Estou em um melhor momento, mas concorro com três fenômenos, tenho respeito pela história deles na seleção e sei que minha posição sempre teve atletas de alto nível. O Marcelo é um jogador que eu tenho me espelhado por muito tempo. E também já desejo as melhoras ao Filipe e espero que ele ele volte rápido", completou.

Alex está, literalmente em casa. Depois de ter treinado hoje no campo do Boavista, o lateral esquerdo participará das próximas atividades no CT do Porto e, no sábado, estará à disposição de Tite para enfrentar o Panamá no Estádio do Dragão, onde normalmente defende a sua equipe.

Além de elogiar bastante Marcelo e Filipe Luís, Alex disse que se espelha em Roberto Carlos, outro atleta que fez história com a camisa da seleção.

"A seleção tem ícones e eu estou aqui começando a minha primeira chamada. Todos que você falou têm as suas características, têm algumas diferenças, mas eu digo que no passado o que eu mais me espelho e tenho lembrança é o Roberto Carlos. Ele me fascinava da forma que ele jogava. Hoje em dia, eu olho muito para o Marcelo e o Filipe Luís. Eles são jogadores de altíssimo nível", completou.

Seleção inicia treinos em Portugal para amistosos

UOL Esporte

Mais Seleção Brasileira