Topo

Futebol


Atlético-MG desiste de contratação e Jobson fica mais perto do Santos

Jobson comemora gol contra a Ferroviária - Divulgação/Red Bull Brasil
Jobson comemora gol contra a Ferroviária Imagem: Divulgação/Red Bull Brasil

Eder Traskini e Thiago Fernandes

Colaboração para o UOL, em Santos e Belo Horizonte

19/03/2019 12h00

O Atlético-MG se afastou de Jobson e deixou o caminho livre para que o jogador acerte a transferência para o Santos. A desistência do clube ocorreu por conta da predileção do volante pela Vila Belmiro.

A princípio, os mineiros contavam com a preferência do Red Bull Brasil, clube que detém os direitos do atleta de 23 anos. No entanto, escutaram de Robson Ferreira, agente do jogador, que é desejo dele jogar sob a batuta de Jorge Sampaoli na Baixada Santista.

O presidente Sérgio Sette Câmara havia chegado a um acordo com Thiago Scuro, CEO do Red Bull Brasil. Entretanto, não obteve o sinal verde do estafe do meio-campista e preferiu desistir do negócio.

Assim, o Santos está cada vez mais perto de acertar com volante que é um dos principais destaques do Campeonato Paulista. Com um "acordo de cavalheiros" entre clube e empresário para facilitar a saída do atleta, o Peixe não deve precisar mexer no bolso agora, mas sim pagar pelo atleta apenas após o recebimento da segunda parcela do dinheiro da venda de Rodrygo ao Real Madrid (ESP).

Jobson chamou atenção pelo seu poder de marcação aliado com a boa chegada ao ataque. Em nove jogos pelo estadual, o volante marcou dois gols e recebeu dois cartões amarelos. O desempenho despertou interesse também de dois dos maiores clubes de Portugal: o Porto e o Benfica, que monitoram o jogador.

Versátil, o atleta chegaria para ser opção no miolo do meio-campo santista, podendo atuar na vaga de Alison, mais recuado, ou Diego Pituca, mais adiantado. Para a posição, o Santos conta com poucas peças de reposição: Jean Lucas, emprestado pelo Flamengo até o final do ano, e Yuri, bastante criticado pela torcida, vêm sendo os mais utilizados.

Mais Futebol