Topo

Seleção Brasileira


Dani Alves mantém prestígio com Tite e não preocupa seleção após nova lesão

Daniel Alves jogou apenas 30 minutos do clássico contra o Olympique -  FRANCK FIFE / AFP
Daniel Alves jogou apenas 30 minutos do clássico contra o Olympique Imagem: FRANCK FIFE / AFP

Danilo Lavieri

Do UOL, em Porto (Portugal)

19/03/2019 12h00

Cortado da seleção na última convocação antes da Copa América, Daniel Alves ainda tem prestígio com a comissão técnica. Perto de completar 36 anos, o lateral-direito tem enfrentado alguns problemas físicos, mas sua experiência e seu trabalho recente com Tite o credenciam para continuar na briga por um espaço vestindo a amarelinha.

O jogador foi desconvocado ontem, horas antes de se apresentar no hotel da seleção no Porto, em Portugal, por um problema no joelho esquerdo que pode afasta-lo por até um mês. Ele já iniciou tratamento no PSG e deu lugar a Fagner, do Corinthians, para os jogos contra Panamá, no sábado, e República Tcheca, no dia 26.

Antes disso, ele já havia ficado fora da Copa do Mundo também por um problema no joelho, mas no direito. Àquela altura, seu prestígio era tão grande que o atleta era apontado como o favorito no rodízio promovido por Tite para ser o capitão da seleção em uma eventual final.

Daniel Alves chegará em 2022, na Copa do Qatar, com 39 anos. A ideia da atual comissão é observar o atleta até lá e avaliar as suas condições físicas na época. Se conseguir o feito, ele estaria entre os mais velhos a disputarem a competição, o que normalmente é alcançado apenas por goleiros.

Depois da Copa, ele também não entrou em campo para defender a seleção em nenhuma ocasião. Nos amistosos após o Mundial, a seleção teve Fabinho nas vitórias contra os Estados Unidos e Arábia Saudita, e Eder Militão no triunfo contra El Salvador.

Os dois, no entanto, têm atuado em posições diferentes em seus respectivos clubes e, na atual convocação, foram chamados como volante e zagueiro, respectivamente.

Com isso, Danilo surge como o principal nome para a posição neste momento. Foi ele que jogou no setor nos últimos três amistosos, contra Argentina, Uruguai e Camarões. O atleta do Manchester City iniciou a Copa do Mundo como titular, mas perdeu espaço logo após a estreia contra a Suíça.

Bastidores do primeiro dia de David Neres e Alex Telles na seleção

UOL Esporte

Mais Seleção Brasileira