Topo

Futebol


Tardelli gira em todas as funções do ataque à espera de vaga no Grêmio

Diego Tardelli já jogou como meia-armador, extrema e treinou como centroavante no Grêmio - LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Diego Tardelli já jogou como meia-armador, extrema e treinou como centroavante no Grêmio Imagem: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

19/03/2019 04h00

Diego Tardelli está somando minutos antes de entrar de vez no time do Grêmio. No Gre-Nal do último domingo, o camisa 9 atuou por cerca de 20 minutos e novamente desempenhou função diferente, na comparação com a partida anterior. Esse giro por todas as posições ofensivas na equipe de Renato Gaúcho é resultado da condição física do atacante e das necessidades da equipe, seja no Campeonato Gaúcho ou Libertadores.

A ideia geral em Porto Alegre, de que Tardelli será centroavante, aos poucos vai sendo desconstruída. Enquanto Renato pensa o encaixe final do ataque, o reforço badalado evolui.

Tardelli começou a treinar como jogador do Grêmio em 13 de fevereiro. A estreia foi diante do São José-POA, depois participou da partida contra o Libertad e mais recentemente o clássico. Sempre saindo do banco de reservas. Aos 33 anos, Diego Tardelli tem pouco mais de 70 minutos jogados com a camisa do Grêmio.

"O Tardelli ainda não está pronto, converso com ele quase que diariamente. No dia seguinte ao jogo com o São José, ele estava todo dolorido. O que é perigoso nisso? Ele fazer um esforço a mais e ter uma lesão, um estiramento. Ele que vai me dando dicas de quanto tempo ele aguenta (em campo). Vamos ver se ele vai viajar (a Pelotas, para o jogo de quarta-feira)... Daqui a pouco pode ficar para treinar. Ou para jogar e ganhar ritmo", disse Renato Gaúcho.

As conversas entre o treinador e o jogador já deixaram claro onde o camisa 9 prefere jogar. Até agora, as funções foram diferentes para atender o estágio físico do novo contratado.

"Contra o São José fiz função vindo um pouquinho mais de trás. Gosto muito, mas preciso estar bem fisicamente. Pela beirada gosto também, posso me movimentar bem. Agora, no treino, fiz a função do André e do Vizeu. Não gosto tanto, por ficar parado lá na frente, mas pelo meu momento físico desgasta menos. Tenho qualidade para fazer parede, movimentar. Aos poucos, vou me encaixar. Quando estiver bem, vou ajudar. Minha função é pelas beiradas, se movimentando bastante. Só preciso estar bem fisicamente", explicou Diego Tardelli.

Como centroavante, Tardelli vai disputar posição com Felipe Vizeu e André. Aberto na direita, terá a concorrência de Marinho, Montoya e Alisson. Na esquerda, será adversário de Everton e Pepê. E como meia-atacante armador, centralizado, brigará com Luan e Jean Pyerre.

Contra o Pelotas, na última rodada da fase de classificação do Campeonato Gaúcho, o Grêmio usará de novo time reserva. Se Diego Tardelli for relacionado, deve outra vez rodar pelas funções ofensivas durante a atuação. Mas a titularidade está cada vez mais próxima.

Mais Futebol