Topo

Santos acerta renovação de Pituca e aguarda assinatura para oficializar

Diego Pituca comemora gol contra Red Bull - Marcello Zambrana/AGIF
Diego Pituca comemora gol contra Red Bull Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

01/05/2019 13h48

O Santos finalmente chegou a um acordo para renovar o contrato de Diego Pituca até 2023. A negociação, que já se arrasta há quase um ano, depende apenas da assinatura do presidente José Carlos Peres, que deve retornar do Rio de Janeiro ainda hoje, para ser oficializada.

A informação da renovação foi antecipada pela "Gazeta Esportiva" e confirmada pelo UOL Esporte. Pituca tinha contrato com o Peixe até 2021, mas recebia um dos menores salários do elenco profissional, na casa dos 30 mil reais. Com o novo vínculo, o volante deve passar a ter vencimentos na casa dos 100 mil reais.

O volante é tido pelo técnico Jorge Sampaoli como fundamental para o esquema da equipe e aparece no time titular mesmo quando o argentino decide escalar uma equipe reserva. O bom desempenho rendeu a Pituca o prêmio de melhor volante do Campeonato Paulista deste ano.

O jogador chegou a atrair interesse do Cruzeiro após o Peixe entrar em rota de colisão com estafe de Pituca. A renovação contratual chegou a avançar nesse período de negociações, mas o presidente José Carlos Peres disse que o empresário do jogador teria feito exigências que desagradaram, principalmente em relação à comissão.

Mesmo assim, Peres sempre elogiou Diego Pituca por sua postura. O presidente chegou a dizer que o volante nunca deu problema para o Peixe.

"Pituca é tranquilo, dá gosto trabalhar com ele. Não reclama de nada, é um exemplo. Mas há uma coisa: ele disse que não pode sair desse empresário, perdeu grana. Coisa de R$ 1 milhão. É triste isso", disse Peres após uma reunião do Conselho Deliberativo, somando a diferença salarial que Pituca ganharia se tivesse aceito o novo contrato no início das negociações.