Topo

Esporte


Como Real Madrid deu chapéu em Barcelona e PSG e fechou com "Messi japonês"

Kubo em ação na partida Chile e Japão, no Morumbi - Marcello Zambrana/AGIF
Kubo em ação na partida Chile e Japão, no Morumbi Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/06/2019 04h00

Você deve ter passado a ouvir o nome Takefusa Kubo constantemente desde a última semana. O meia-atacante japonês disputa a Copa América e foi anunciado como novo reforço do Real Madrid, ele foi contratado para fazer parte do Castilla, time B da equipe merengue.

O jovem de 18 anos frequentou as categorias de base do Barcelona quando tinha apenas 10 anos. As suas primeiras atuações renderam comparações com o craque Lionel Messi e assim tornou-se o "Messi Japonês".

De acordo com o jornal espanhol Marca, a contratação de Kubo custou apenas 2 milhões de euros (R$ 8,6 milhões na cotação atual) aos cofres do clube, valor que nem se compara a outras contratações merengues para a próxima temporada. O Real Madrid apresentou uma proposta ao jogador de 1,2 milhões de euros (cerca de R$ 5,1 milhões na cotação atual) por ano e um contrato de cinco anos de duração.

Porém, o japonês também era cobiçado pelo Paris Saint-Germain e novamente pelo Barcelona. De acordo com a imprensa europeia, ambas equipes confiaram no Transfermarket (site especializado no mercado da bola) e acabaram perdendo a chance de contratar Kubo.

A informação no site dizia que o contrato do jogador com o Tokyo FC, sua equipe no futebol japonês, acabava no dia 31 janeiro de 2020 e assim era preciso uma proposta para tirá-lo do Japão. Mas, na verdade, o contrato de Kubo com o Tokyo FC acabou no último dia 1º de junho. O Real Madrid foi mais rápido, apresentou uma proposta baixa ao clube, mas que seduziu o jogador e selou a contratação do japonês.

Lançado no profissional nesta temporada, Kubo atuou em 14 partidas com a camisa do Tokyo FC e anotou quatro gols na liga japonesa.

Mais Esporte