Topo

Futebol


PSG pode alegar racismo para justificar agressão de Neymar

02/05/2019 11h40

Neymar agrediu um torcedor, após o vice do PSG na Copa da França, para o Rennes. O brasileiro vai ser julgado e pode ser punido com três a oito partidas de suspensão. O clube parisiense prepara a defesa do jogador e pode alegar insultos racistas para justificar a reação do atacante.

A DEFESA

A reação de Neymar teria sido motivada a frases agressivas e provocações do torcedor. O clube parisiense apura se o francês teria feito injúrias raciais a Layvin Kurzawa, ao supostamente ter chamado o lateral de "negro sujo", além de ter se dirigido a Verratti de forma depreciativa, chamando o italiano de racista.

OUTRA PUNIÇÃO

O PSG reprova a agressão de Neymar, mas acredita que a punição de até oito jogos seja severa demais. O brasileiro perderia o restante da temporada e o início da próxima. Na Liga dos Campeões, Neymar também foi punido com três jogos, por ter criticado a arbitragem, do jogo contra o Manchester United, em seu Instagram.

O QUE O TORCEDOR DIZ

O torcedor alega que não insultou nenhum jogador do PSG, mas que a única coisa que teria dito aos atletas foi "vocês já eram, viva o Rennes". Edouard, inclusive, nem torcedor do Rennes é, mas sim, do Nantes. No vídeo, Edouard (nome do torcedor) chama Buffon de "bouffon" (bobo em francês) e diz para Neymar "aprender a jogar bola".

Mais Futebol