Topo

MMA


"Jon Jones me decepciona como pessoa", diz Marreta sobre casos de doping

Leandro Bernardes/Ag. Fight
Imagem: Leandro Bernardes/Ag. Fight

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

2019-05-02T04:00:00

02/05/2019 04h00

Thiago Marreta se prepara para tentar tirar o cinturão dos meio-pesados de Jon Jones no UFC 239, em 6 de julho. Atualmente, ele estuda os movimentos para tentar superar um dos campeões mais dominantes da história. Ele admite admiração pelo norte-americano dentro do octógono, mas não fora.

"A gente espera que o cara seja o mais leal possível, que seja justo. O esporte é isso. Essas atitudes de doping enfraquecem com certeza um lutador. Sempre fui admirador do estilo dele de lutar, não como pessoa. Como pessoa, ele me decepciona um pouco", disse ao UOL Esporte.

Marreta se refere aos diversos casos de doping envolvendo Jon Jones. O último caso aconteceu após a vitória sobre Daniel Cormier, em julho de 2017. Na ocasião, Jones falhou no teste antidoping e o resultado da luta se transformou em "No Contest" (Sem Resultado).

Apesar dos problemas com doping, Jon Jones é considerado um dos maiores lutadores que já passaram pelo UFC. Ciente disso, Marreta diz ter como objetivo surpreender o norte-americano no combate em Las Vegas (EUA).

"Ele é um lutador muito talentoso, muito inteligente. Mas vou chegar lá dentro, fazer o meu melhor e trazer essa vitória. Ele nunca enfrentou um lutador como eu. Lá na hora, com certeza vou surpreendê-lo e trazer a vitória", prosseguiu.

Na visão do brasileiro, a chance é na luta em pé, uma das especialidades de Marreta. "Apesar de ele ser muito bom em pé, eu confio plenamente no meu jogo, no peso das minhas mãos, no meu chute. Quando eu encostar nele, ele não vai querer mais ficar em pé comigo", completou.

O combate entre Jon Jones e Thiago Marreta será o principal do UFC 239. O evento em Las Vegas ainda contará com a disputa de cinturão dos galos feminino entre Amanda Nunes e Holly Holm.