Topo

Esporte


Pochettino se compromete a seguir no comando do Tottenham apesar das críticas

29/01/2019 18h52

Londres, 29 Jan 2019 (AFP) - O técnico argentino do Tottenham, Mauricio Pochettino, disse nesta terça-feira (29) que não deixará a equipe londrina, apesar de se sentir "vítima" de seu próprio sucesso.

Pochettino recebeu críticas após a eliminação dos 'Spurs' de duas competições no espaço de quatro dias na semana passada.

As derrotas contra o Chelsea nas semifinais da Copa da Liga e contra o Crystal Palace na quarta rodada da FA Cup enfraqueceram a posição de Pochettino, que poderá passar uma nova temporada sem conquistar um único título com o Tottenham.

No entanto, o técnico argentino considera que terminar entre os quatro primeiros classificados da Premier League é um grande feito.

Pochettino, que chegou a ser cogitado como possível técnico do Manchester United a partir da próxima temporada, defendeu seu trabalho à frente do Tottenham.

"Amo meu trabalho. E é claro que amo os grandes desafios", afirmou o argentino nesta terça-feira.

"Sou uma pessoa muito positiva e vou cumprir meu trabalho. Vou permanecer no clube até o final para ajudá-lo a cumprir tudo o que deseja", acrescentou.

"Somos vítimas do nosso próprio sucesso, o clube estava em um nível diferente, ninguém acreditava em nós, ninguém acreditava que o caminho que seguimos desde o início traria sucesso a este clube", disse o ex-técnico do Espanyol e do Southampton.

"O clube jogou uma vez em 22 anos a Liga dos Campeões, e agora, depois de quatro anos, disputamos três edições consecutivas", afirmou Pochettino.

O Tottenham não conquista um troféu desde 2008 (Copa da Liga). "Nos últimos quatro ou cinco anos jogamos quatro semifinais, uma final, acho que tentamos, estivemos lá, chegamos perto", avaliou o treinador.

smg/pb/iga/psr/aam/mvv

MANCHESTER UNITED

Esporte