Topo

Esporte


Morre japonês que não perdeu uma Olimpíada desde 1964

Naotoshi Yamada (à esquerda) participou da cerimônia de anúncio de Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos de 2020 - Atsushi Tomura/Getty Images
Naotoshi Yamada (à esquerda) participou da cerimônia de anúncio de Tóquio como sede dos Jogos Olímpicos de 2020 Imagem: Atsushi Tomura/Getty Images

18/03/2019 08h06

Tóquio, 18 Mar 2019 (AFP) - Naotoshi Yamada não assistirá à sua 15ª edição dos Jogos Olímpicos no ano que vem, em seu país, no Japão: este empresário aposentado morreu um ano antes de Tóquio sediar o evento, em 2020, como já havia feito em 1964 - os primeiros Jogos com a presença desse fã japonês nascido há 92 anos.

"Depois de 92 anos de uma vida dedicada a aplaudir, o mascote dos Jogos Olímpicos partiu para um repouso eterno em 9 de março de 2019", lê-se em uma página online administrada por uma empresa fundada por ele.

Yamada faleceu vítima de uma crise cardíaca. Ele era identificável no meio do público com seu chapéu e quimono, tornando-se conhecido por telespectadores de todo mundo.

Nascido em 1926, Yamada construiu sua fortuna no setor de cabos de aço e, depois, na hotelaria e imobiliário. Desde Tóquio-64, ele compareceu a todos os Jogos Olímpicos e incluiu em sua lista os de inverno, realizados em Nagano, no Japão, em 1998.

Mais Esporte