Topo

Esporte


'Hannibal' ignora polêmica e acusa rival de ter desistido verbalmente

Marjorie Niele, em Londres (ING)

Ag. Fight

17/03/2019 12h55

Possivelmente a luta mais polêmica do card do UFC Londres, Cláudio 'Hannibal' vs Danny Roberts ainda dá o que falar. Se por um lado o atleta britânico e Dana White questionam a decisão do árbitro em parar o combate, o lutador brasileiro garante que a atitude foi correta e seguiu as regras.

Momentos após o final da luta, o atleta concedeu coletiva à imprensa presente no ginásio O2 Arena e, em rápida conversa com a reportagem da Ag. Fight, garantiu que seu rival gritou em sinal de desistência enquanto ele encaixava uma chave de braço. Dessa forma, o árbitro não tinha outra solução a não ser paralisar a disputa.

"Ele bateu verbalmente. Em qualquer esporte de grappling, quando o braço está estendendo e o oponente grita, para o árbitro é um tapping verbal", afirmou, dando de ombros às possíveis críticas ao resultado do combate.

Mas, embora a luta tenha terminado por finalização, as ações no octógono foram mais equilibradas e difíceis do que o previsto. Melhor no chão, o brasileiro foi castigado em nos momentos em que a disputa foi travada em pé. Nada, porém, que afaste a vontade de Hannibal de voltar a competir em breve,

"O Danny Roberts me surpreendeu. Ele me bateu muito. Mas eu estou pronto para novos desafios. Não importam quanto tempo eu fique sem lutar. Eu sempre fui um menino brigão. Quando eu era novo não tinha data para lutar e sempre estive pronto", finalizou.

Esporte