Topo

Esporte


Sozinho no México, Rony 'Jason' faz desabafo sobre sumiço de patrocinadores

Ag. Fight

18/03/2019 15h25

Rony 'Jason' voltou ao MMA no último sábado (15), após dois anos de inatividade. E o resultado não foi positivo: contra o também brasileiro Diego Lopes, em duelo válido pela categoria peso-pena (66 kg) do evento mexicano Lux Fight League, o ex-UFC acabou derrotado por decisão unânime. Como se não bastasse o revés, o lutador contou, no domingo, que Lopes não foi o único adversário em seu processo de retorno ao cage.

Jason afirmou, por intermédio de sua página no Instagram (veja abaixo ou clique aqui), que lutou com uma lesão na perna - rapidamente agravada pelos golpes do oponente. O problema, entretanto, nem foi o pior: Rony revelou que três patrocinadores o abandonaram às vésperas do confronto mesmo depois de se comprometerem.

"Eu não estou aqui para pedir desculpas a ninguém. Eu dei o meu melhor. Realmente, o meu oponente esteve melhor ontem. Eu estava com a perna machucada, e ele acabou, no primeiro minuto de luta, conectando bons chutes, me forçando a mudar de estratégia, a mudar de base", disse, antes de lamentar a saída dos apoiadores e a ausência de casa na semana dos aniversários de seus filhos.

"Para bater a mão no ombro e dizer que 'tamo junto', tem bastante. Mas na hora que eu precisei, posso contar no dedo quem realmente chegou junto. Uma pessoa ficou responsável por me patrocinar pela passagem, e na semana da luta acabou dizendo que não poderia mais. Isso acabou me deixando um pouco louco. Fora a dieta: dois anos sem lutar é muita coisa para um atleta, e duas pessoas apareceram dizendo que poderiam comprar a minha passagem, que eu poderia comprar no cartão. E eu comprei no cartão de uma terceira pessoa, e até agora essas duas pessoas não apareceram para chegar junto. (...) Acabei perdendo o aniversário da minha filha, que foi 13 de março, para estar aqui; o aniversário do meu filho, que vai ser no dia 18 de março, para poder vir aqui, saindo de Quixadá, sozinho, sem córner, sem nada, e dar a cara a tapa, literalmente, no país dos outros", declarou.

'Jason' agradeceu também pelo apoio de seus fãs e companheiros de treino. O atleta estreou no UFC em 2012, tendo conquistado o título da primeira temporada do reality-show 'TUF Brasil'. Com uma trajetória irregular na organização, o cearense foi demitido em 2017, depois de perder o segundo duelo consecutivo e de vir à tona um vídeo no qual aparecia agredindo uma mulher.

View this post on Instagram

(Vídeo 1) obrigado a todos que torceram por mim e mandaram energias positivas. ?

A post shared by Rony `Jason? Mariano (@ronyjasonoficial) on Mar 16, 2019 at 10:56am PDT

View this post on Instagram

(Vídeo 2) não vou pedir desculpa por correr atrás dos meus objetivos. Ontem não foi meu dia, deu o meu melhor.

A post shared by Rony `Jason? Mariano (@ronyjasonoficial) on Mar 16, 2019 at 10:55am PDT

Mais Esporte