Topo

MMA


Dana White anuncia aposentadoria de Brock Lesnar do MMA

Brock Lesnar se aposentou do MMA - JP Yim/Getty Images
Brock Lesnar se aposentou do MMA Imagem: JP Yim/Getty Images

Ag. Fight

01/05/2019 08h53

O presidente do UFC, Dana White, fez um anúncio surpreendente nesta terça-feira (30). Em entrevista à emissora americana 'ESPN', parceira da organização nos Estados Unidos, o dirigente revelou que Brock Lesnar se aposentou do MMA. A informação vai de encontro ao longo processo de negociação que o Ultimate tem travado com o ex-campeão dos pesados para que ele enfrente Daniel Cormier pelo cinturão da categoria.

Lesnar voltou ao radar do UFC em julho do ano passado, quando compareceu à disputa do título entre 'DC' e Stipe Miocic, então campeão. Depois de vencer o duelo por nocaute, Cormier desafiou Brock, que subiu ao octógono e protagonizou uma cena no melhor estilo WWE - principal liga de telecatch do mundo, da qual faz parte. Desde então, os rumores sobre seu retorno começaram.

Neste ano, as negociações tomaram corpo, e uma data chegou a ser escolhida para o possível duelo: 17 de agosto, no UFC 241. A derrota de Lesnar no principal evento da WWE no ano, a Wrestlemania, abriu ainda mais espaço para o seu retorno ao octógono. No entanto, Dana White encerrou publicamente as discussões sobre sua volta.

"Ele me disse que parou. Ele está aposentado", declarou o presidente do Ultimate. De acordo com a 'ESPN', Lesnar fez o aviso a White na semana passada. Os esforços, então, passaram a ser pela revanche entre Daniel e Miocic.

Também à emissora americana, Stipe se colocou à disposição do UFC para assumir o lugar que seria de Brock. "Estou pronto. Sempre estive pronto. E vou tomar de volta o que é meu", falou, em referência ao cinturão dos pesados, que deteve entre maio de 2016 e julho de 2018.

Após excelente passagem pelo wrestling universitário, Brock Lesnar fez carreira na WWE. Em 2007, estreou no MMA com vitória, revelando seu potencial para as artes marciais mistas. Sua fama e a bagagem na luta olímpica chamaram a atenção do UFC, que o contratou.

Sua primeira luta no octógono foi uma derrota para Frank Mir, mas, dois combates depois, conquistou o título dos pesados ao derrotar a lenda Randy Couture. Lesnar ainda defenderia o cinturão duas vezes, antes de perdê-lo para Cain Velasquez, em 2010. No ano seguinte, foi derrotado por Alistair Overeem e encerrou sua passagem pelo MMA. Em 2016, no UFC 200, ele voltou ao octógono, vencendo Mark Hunt por decisão. O resultado, porém, foi alterado para 'no contest' quando foi revelado que o teste antidoping de Brock deu positivo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

MMA