Topo

Esporte


Justiça espanhola reabrirá investigação sobre transplante de fígado de Abidal

30/01/2019 15h33

Barcelona, 30 jan (EFE).- A Audiência de Barcelona ordenou a reabertura da investigação pelo transplante de fígado do ex-jogador francês Eric Abidal para esclarecer possível irregularidades na documentação do doador, um primo do ex-lateral.

No auto, a décima seção da Audiência aceitou o recurso apresentado pela Promotoria e a Advocacia do Estado contra a decisão da titular do juizado de instrução número 28 de Barcelona de não reabrir a causa pelo transplante, que ela mesma havia arquivado em abril do ano passado.

A juíza argumentou na sua resolução que não havia novas provas que justificassem a retomada da investigação, que derivou de conversas relacionadas ao processo contra o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell por lavagem de dinheiro. Nelas, o dirigente deu a entender que o fígado poderia ter sido comprado de maneira ilegal.

A Audiência considera que há indícios suficientes que apontam para um possível crime no transplante e que devem ser esclarecidos mediante diligências diferentes, como o interrogatório como testemunha do doador ou da juíza do cartório em que o processo legal para a operação tramitou.

Além das conversas telefônicas de Rosell, está sendo levado em conta pelo tribunal o fato de no expediente tramitado no Hospital Clínic, em Barcelona, local onde o transplante foi realizado, não consta documento de identidade algum do doador, nem sua permissão de residência. EFE

Esporte