Topo

Esporte


Chelsea goleia Dínamo de Kiev com Willian "garçom" e três de Giroud

Valentyn Ogirenko/Reuters
Willian teve grande atuação e recebe abraço de Giroud, autor de três gols na goleada Imagem: Valentyn Ogirenko/Reuters

2019-03-14T17:26:25

14/03/2019 17h26

O Chelsea já havia encaminhado vaga nas quartas de final da Liga Europa na semana passada com uma vitória por 3 a 0 no jogo de ida, em Londres, e nesta quinta-feira confirmou a classificação ao golear o Dínamo de Kiev por 5 a 0, em plena capital ucraniana.

O grande nome do jogo no Estádio Olímpico de Kiev foi o centroavante Giroud, autor de três gols, o primeiro deles logo aos cinco minutos da etapa inicial. Willian bateu escanteio, Loftus-Cheek desviou e o camisa 18 mandou para a rede. Mais tarde, aos 33, o atacante francês recebeu de Marcos Alonso e fez o segundo.

Ainda antes do intervalo, aos 46, Giroud saiu da área e fez a enfiada por baixo, Hudson-Odoi tocou para o meio e Alonso chegou completando para a rede.

No segundo tempo, aos 14 minutos, o centroavante completou o chamado "hat-trick" em sua especialidade, o cabeceio. Willian cobrou falta fechada da direita, Giroud apareceu entre os marcadores e finalizou para aumentar. Foi a 45ª assistência do meia brasileiro com a camisa do Chelsea.

Ainda houve tempo para o um novo passe para gol de Giroud, ocorrido aos 32. O francês esticou por baixo e Hudson-Odoi tocou na saída do goleiro Boyko para marcar o quinto.

Além de Willian, os Blues tiveram apenas mais um brasileiro, o meia naturalizado italiano Jorginho, que entrou no decorrer do confronto.

Já o Dínamo contou com três velhos conhecidos de torcedores de times paulistas: o lateral-esquerdo Sidcley, contratado após passagem pelo Corinthians, foi titular, enquanto o volante Tchê Tchê, campeão brasileiro pelo Palmeiras, e o meia Vitor Bueno, antigo atleta do Santos, ficaram no banco. Apenas o ex-alviverde entrou no segundo tempo.

A equipe londrina aguarda a definição dos últimos quadrifinalista e o sorteio dos confrontos, marcado para esta sexta-feira, às 9h (de Brasília), na cidade suíça e Nyon.

Mais Esporte