Topo

Esporte


Pochettino aponta Barcelona como favorito ao título da Champions

2019-03-18T13:40:00

18/03/2019 13h40

Barcelona, 18 mar (EFE).- O técnico do Tottenham, Mauricio Pochettino, opinou nesta segunda-feira que o Barcelona é o favorito ao título da Liga dos Campeões e que gostaria de enfrentar o clube catalão em uma hipotética final.

"Se há um time favorito para ganhar a Champions, é o Barcelona. Jogar a final contra o Barça? Onde eu assino?", respondeu com bom humor o argentino.

O Tottenham só poderá enfrentar o Barcelona na decisão. Nas quartas de final, o adversário será o Manchester City. Caso passe de fase, terá pela frente Ajax ou Juventus nas semifinais. Segundo Pochettino, todos os possíveis adversários dos 'Spurs' são perigosos.

"O Barcelona tem jogadores de grande nível, além de Lionel Messi, que é um gênio, o melhor do mundo, e (o técnico) Ernesto Valverde está fazendo um grande trabalho. Mas também há equipes como o City e a Juventus, que também vão chances porque também são construídas para ganhar este tipo de competição", analisou.

Pochettino esteve em Barcelona nesta segunda-feira para apresentar a Mediterranean Internacional Cup (MIC), um dos principais torneios das categorias de base da Europa, que neste ano chega à 19ª edição.

Questionado sobre o que espera do Tottenham no duelo inglês contra o City, pelas quartas de final da Champions, o treinador disse que os 'Spurs' podem ser "a surpresa" do torneio.

"Qualquer uma das quatro equipes inglesas teria preferido não enfrentar outra da Premier League, mas o sorteio foi assim. O City é uma equipe que tem a obrigação de ganhar, mas não apenas desde a chegada de Pep (Guardiola). Com Mancini e Pellegrino também. E nós vamos competir estreando o nosso novo estádio contra eles e jogar de 62 mil pessoas que vão transmitir uma energia especial", comentou.

O nome de Pochettino já foi ventilado várias vezes no Real Madrid, que na semana passada contratou Zinedine Zidane novamente. O técnico do Tottenham explicou que sempre foram só "rumores", mas não desmentiu o interesse do clube espanhol.

"Eu estou muito feliz no Tottenham e tenho mais quatro anos de contrato. Pode ser que 99% dos meus colegas pensem diferente, mas eu tento desfrutar o dia a dia e não pensar muito a longo prazo", declarou. EFE

Mais Esporte