Topo

Esporte


Cafu minimiza ausência de Neymar na Copa América e diz ver Brasil na final

2019-06-12T13:54:00

12/06/2019 13h54

São Paulo, 12 jun (EFE).- Bicampeão da Copa América pela seleção brasileira, em 1997 e 1999, o ex-lateral-direito Cafu opinou nesta quarta-feira que o Brasil chegará à final do torneio mesmo sem Neymar, que foi desconvocado devido a uma ruptura ligamentar no tornozelo direito.

"Tenho certeza que a seleção brasileira chegará à final. Depois, temos outras grandes seleções que podem chegar, como Colômbia, Argentina, Equador e Uruguai, que têm tradição", afirmou o ex-jogador à imprensa no estádio do Morumbi, onde na sexta-feira o Brasil enfrentará a Bolívia na partida de abertura.

Neymar se lesionou no início do amistoso contra o Catar, disputado na semana passada, e foi substituído por Willian na lista de convocados. Cafu comparou a situação do atacante ao corte de Emerson na Copa do Mundo de 2002.

Naquela ocasião, o volante era o capitão do Brasil e sofreu uma luxação no ombro direito quando atuava como goleiro durante um rachão na véspera da estreia contra a Turquia. Foi desconvocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari e substituído por Ricardinho. No fim, a seleção brasileira venceu o torneio batendo a Alemanha na decisão.

"Perdemos Emerson dez horas antes da nossa estreia. Era a nossa referência, o nosso capitão. No final, o Brasil foi campeão do mundo sem ter um dos nossos melhores jogadores da época. Essas coisas podem acontecer com qualquer um. Já aconteceu com Neymar e pode acontecer outras vezes", comentou.

No entando, Cafu reconheceu que a ausência do camisa 10 é uma "perda importante" porque Neymar é "uma das maiores referências do futebol brasileiro" na atualidade.

"Quem entrar no lugar de Neymar vai ter de suprir a sua ausência e jogar para que a seleção brasileira possa ganhar a Copa América", expressou.

Para a partida de abertura, contra a Bolívia, o ex-lateral disse esperar que seleção brasileira mostre em campo o que apresentou nos treinos e amistosos.

Ao apontar os principais rivais do Brasil na disputa pelo título, Cafu destacou a Colômbia como um adversário "perigosíssimo" devido a jogadores como o atacante Falcao García e o meia James Rodríguez.

"Uma final entre Brasil e Colômbia seria uma decisão de duas grandes seleções", declarou. EFE

Mais Esporte